terça-feira, 5 de junho de 2012

Favas com pézinhos de porco de coentrada

Um dia destes, apeteceu-me fazer petiscada! Já andávamos de desejos há algum tempo de pézinhos de coentrada!

Pedi no talho que os arranjasse como deve ser, já partidinhos e com a manicure feita :-D

Cheguei a casa e ainda os lavei e raspei, pois é um ingrediente que para mim tem que estar bem limpinho!!

Vou colocar o vídeo que é da autoria do Chef Ivo Loureiro, da Praça da Alegria, para verem como fiz a cozedura dos pézinhos e também para aprenderem algumas dicas sobre como fazer caldos naturais de carne e de legumes e depois como os conservar para futuras utilizações:


Os pézinhos de coentrada fiz tal e qual a receita! Não tenho foto, mas por acaso o prato final ficou igualzinho! É fácil fazer e fica uma delícia! Mas sobrou...

Entretanto, a inovação no meio disto tudo é a introdução de favas!

Tinha comprado na praça favas. Estamos na altura delas e acho que devemos aproveitar estes legumes da época, pois sabem sempre bem!

E após ter descascado as favas (também tiro a casca de dentro, a "camisa")


questionei:

Que receita irei fazer com elas? Ouviu-se uma resposta... Põe nos pézinhos de coentrada que sobraram de ontem!!

Bom... Não há nada melhor do que arriscar e é esse tipo de desafios na cozinha que eu adoro!

Voltei a por ao lume, numa frigideira, ou wook, o resto dos pézinhos com o molho de coentrada (só juntei um pouquinho de água, pois tinha que cozer as favas) e quando começa a ferver juntei-lhe as favas.

Ficou tão bom!! Não precisou de muito tempo de cozedura, pois as favas não tinham casca. Bastaram nem 15 min. E voltei a colocar um ovo por cima, para ficar escalfado, mal cozido, como gostamos, para se misturar no resto do molho! :-)


Neste prato tinha acabado de fazer um pão maiorzinho, para se cortar às fatias. Mas quanto maior eu faço mais pão se come!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...