domingo, 12 de agosto de 2012

Semana Açoreana - Jantar de Amigos

Nada melhor para estas noites de verão, que jantar entre amigos! É sempre uma boa "desculpa" para cozinhar coisas boas, novas receitas e passar um excelente serão a conviver.


Foram duas noites bem Açoreanas! Comida típica com uma mistura de outros sabores.

Iniciamos com a regional Morcela com Ananás.

Não tem nada que saber: é morcela assada no forno (também havia chouriça) e ananás DOS AÇORES :-)


Depois, ainda nas entradas, mas saindo da região, tinhamos Hummus e Pasta de Azeitona.


Muito simples: Para a pasta de azeitonas pus no 1,2,3 um frasco de azeitonas verdes descaroçadas, passadas bem por água e escorridas, para não ficarem salgadas, alhos, orégãos e azeite a gosto.

O Hummus pus no 1,2,3 uma lata pequena de grão já cozido e escorrido, alhos, azeite, sumo e raspa de limão e uma colher de sopa de tahin (pasta de sésamo natural) e depois picar bem. Aqui impera depois o vosso gosto, às vezes é preciso fazer pequeninos ajustes... Uma taça decorei com hortelã e a outra com cebolinho e um fio de azeite.


Continuando nas entradas, tinhamos o famoso Queijo Branco (queijo fresco) com Pimenta da Terra.

Tínhamos também Poncha Madeirense! Mas feita com aguardente caseira açoreana :-) limão, laranja e mel de abelha, decorada com hortelã.


Havia também Batata Doce Assada.
É batata doce cortada em rodelas, num tabuleiro, com polpa de tomate, azeite, cebola, sal, pimenta da terra, vinho branco, alecrim e açafroa.


Para jantar havia Sopa de Netos! Não sei o porquê deste nome... só sei que é uma delícia!!

É uma sopa confeccionada num tacho de barro e leva chouriça, couve, repolho, batata, água e azeite. Pode levar ainda entremeada, mas esta não tinha. Depois é só deixar cozer e no final colocar um bocadinho de farinha de milho branca num recipiente e colocar caldo para formar uma massa consistente o suficiente para fazer bolas. Depois é só colocar no tacho e deixar cozer.


Para finalizar tinhamos Almofadinhas Doces, que tirei a ideia da Luisa. Ficaram uma delícia! A massa estava no ponto e o recheio uma maravilha. Parabéns Luisa! :-) e obrigada, pois as tuas mini-tartes são muito saborosas e foram um sucesso!


Fiz com recheio de maçã canela. Maçã cortada aos bocadinhos, gotas de limão, açúcar e um bocadinho de farinha e canela. As maçãs são do quintal dos meus sogros, que enviaram-me pelo correio maçãs e maracujás! E outras fiz com recheio de compota de pêssego e queijo Palhais.


No dia seguinte tinhamos algumas sobras do dia anterior, que ainda estavam uma maravilha, e ainda juntámos o famoso Inhame Frito com Molho Vilão e o Chicharro Frito com Recheio, ou seja, o que eles chamam de recheio, chamamos nós Migas de Tomate.



O Inhame Frito é inhame cozido previamente na panela de pressão, sem sal (o sal é introduzido no fim da cozedura). Depois é polvilhado com farinha de milho branca e vai a fritar.

O Molho Vilão é um molho feito com pimenta da terra, vinho tinto, açafroa, polpa de tomate, azeite e manteiga. Depois no fim corta-se um bocadinho de pimenta da terra, introduz-se no molho, junta-se alho e vai à frigideira com um bocadinho de água a levantar fervura.

Os Chicharros são escalados e retira-se a espinha do meio. Faz-se uma "sandes" com o recheio, ou seja, com as migas. São dois chicharros com o recheio que depois vai a panar com muito cuidado para não desmanchar.


As Migas de Tomate é feito com alho, cebola picada, tomate picado, açafrão, azeite, manteiga, levantar fervura e pôr o pão de milho e de trigo que foi demolhado previamente. Espreme-se bem, introduz-se e mexe-se. Finaliza com bastante salsa ou coentros. Também se pode finalizar no forno para ficar mais seco, com uma crosta.

Para finalizar tudo isto fiz a Panna Cotta de Lúcia Lima com Compota de Pêssego e outras com Maracujá do Quintal dos Sogros ;-)


Dois dias em GRANDE!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...