terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Receitas do Workshop "Ideias Detox" - DeBorla

Iniciámos este ano com um excelente workshop, nas Lojas DeBorla, onde o tema se iria recair sobre ideias detox para limparmos o nosso organismo do pós festa.

O tema puxa para sumos e sopas, mas decidi debruçar-me sobre receitas com ingredientes que têm o poder de limpar o nosso organismo, receitas que podemos por em prática no dia a dia, em festas, em jantares de amigos, receitas simples e básicas, e que ao fazermos sabemos que não estamos a entupir o corpo com algo menos bom.

Deixo dois links interessantes:
Um que fala sobre os sumos detox AQUI
E outro da minha querida amiga da Terceira, a Patrícia, autora do excelente blog de culinária Food With a Meaning, formadora do DeBorla, onde aborda também várias receitas excelentes para detox.

São imensos os ingredientes com um poder detox (aveia, hortelã, arroz integral, beterraba, chá verde, cenoura, kiwi, laranja, mel, vinagre...), mas eu debrucei-me em apenas alguns ingredientes que têm na sua constituição propriedades muito benéficas para nós:
  • Beringela
  • Diversas sementes
  • Diversas ervas aromáticas
  • Ananás
  • Chia
  • Courgete
Fizemos um patê de beringela, um patê de origem do Médio Oriente (Baba Ganoush), que acho uma excelente forma de comer beringela e é um patê bem versátil. Mais patês AQUI.

Picar uma beringela grande ou duas pequenas com um garfo. E vai ao forno, cerca de 15 min de cada lado.
Ao fim de 30 a 40 minutos, as beringelas devem de estar com a pele negra e o interior mole. Apertar com a pinça para verificar se cede bem ao toque.
Deixar arrefecer ao ponto de se conseguir manusear. Abrir ao meio, retirar a polpa que tem que estar mole, com uma colher. Picar se ainda houver pedaços maiores. Colocar numa taça e adicionar meia lima (pode precisar de uma lima inteira, provar primeiro), sal, pimenta, 1 colher sopa bem cheia de chá de tahine* e azeite a gosto. Quem gostar do sabor do alho, pode ralar um dente de alho para adicionar à mistura. Atenção com o seu sabor forte.
Acompanha na perfeição com uma massa, também pode adicionar a um risotto. Também pode servir para barrar em carne ou peixe. Um patê muito versátil!

*Fiz a minha própria tahine:
duas chávenas de sementes de sésamo, num tabuleiro forrado a papel vegetal, e vai ao forno até ficarem douradas, não é castanhas, atenção!! Após esse procedimento, deixar arrefecer por completo e colocar num liquidificador juntamente com meia chávena de azeite. Moer e ir vendo se precisa de mais azeite. Colocar num frasco limpo, e regar com um fio de azeite por cima, para conservar. Colocar no frigorífico. Dura bastante tempo. Também é excelente com massa ou num bife grelhado.


Tenho mais uma ideia para fazer com a beringela, uma receita que foi um êxito num dos workshops do DeBorla: Melanzana Pasta

Fizemos uns rolinhos de courgete recheados com queijo creme vegan (comprei na C-Natural, é excelente para quem tem intolerância à lactose)


Numa taça, coloquei a embalagem toda do queijo creme vegan, temperei com pimenta, limão, cebolinho e alecrim. Envolver bem. Terminar com sementes de sésamo pretas.
Cortar as courgetes em tiras bem finas com uma mandolinha ou um descascador e colocar o creme numa ponta e enrolar ou simplesmente barrar a tira de courgete com o creme e enrolar (como foi sugerido pela Cláudia no workshop!)
Sugiro experimentarem com pepino!


Fizemos (aliás, trouxe feito de casa) um pudim de Ananás, Côco e Chia.

A versão original está AQUI. Eu fiz exactamente igual mas com ananás, devido às propriedades que tem o ananás em limpar o nosso organismo. Ficará com uma consistência mais mole, mas se adicionar folhas de gelatina é capaz de resultar numa mousse mais consistente.
Deixo mais duas sugestões de mousse de chia AQUI e AQUI.


E para terminar deixo a receita das bolachinhas, cheias de sementes e ómega 3, excelente para limpar as maleitas do Natal e Fim de Ano! :)

Num processador, colocar 4 colheres de sopa de sementes de sésamo, de linhaça, de abóbora e de girassol. Triturar, mas deixar com alguma textura.

Colocamos numa taça, e adicionamos uma chávena de farinha integral (ou farinha de arroz, sugerido, e muito bem, pela Ana Paula), uma colher de café de fermento e uma pitada de sal. Envolver tudo e reservar.

Depois, à parte, numa taça colocamos 140 ml de água, 3 colheres de sopa de azeite e 2 colheres de sopa de azeite. Mexer e deitar na mistura dos secos.

Envolver tudo muito bem e espalhar em cima de uma folha de papel vegetal.
Colocamos outra folha por cima, e com a ajuda de um rolo da massa espalhamos até ficar bem fino.
Tiramos a folha de papel vegetal de cima, terminamos com algumas sementes por cima e uma pitada de sal e vai ao forno até estar crocante (cerca de 10 min a 180ºC deverá ser suficiente).

Servi com o creme de queijo vegan. São óptimas para petiscar ou para servir de entrada com patés.


Quero agradecer mais uma vez ao DeBorla pela confiança depositada. Vamos fazer mais e melhor! Obrigada a todos pela presença pois sem vós isto não tinha piada nenhuma!



Mais fotos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...